Hilda Alão

Escrever é uma forma de amar.

Textos

SEGREDO NÃO REVELADO
A noite enluarada vem chegando
Com seu brilho clareando a terra,
Mas eu tenho o coração chorando
Ferido pela dor que não se encerra,


Do remorso que vem para torturar,
Algemando-me ao passado recente
Quando partiste para não mais voltar
Mostrando-me o quanto fui incompetente,


Incapaz de a frágil casca quebrar
Do segredo que vivia a dormitar,
No berço de minh’alma solitária,


O amor imenso que por ti eu nutria,
Visível a todos, até a lua sabia
Do meu sonho, guardando-o solidária.

05/11/04.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 09/01/2006
Alterado em 24/12/2006


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras