Hilda Alão

Escrever é uma forma de amar.

Textos

MIMI NHOCA E A PÁSCOA
O homem escondia ovos de páscoa entre as plantas do jardim. Era um costume antigo que ele procurava preservar. Lembrava do seu tempo de menino quando, feliz, procurava os ovinhos de chocolate que seu pai ocultava estrategicamente entre as plantas do jardim. Lembrava, também, dos gritinhos dele e dos irmãos ao encontrarem a preciosa guloseima. Enquanto o homem, acompanhado de suas lembranças, espalhava os ovos, uma criaturinha observava tudo. Era Mimi Nhoca, a minhoca mais curiosa do jardim. Ela estava acostumada com a presença do homem no jardim sempre cavando e plantando. Mas agora era diferente. Que bolas eram aquelas que ele largava entre as folhagens das plantas? Outras minhocas, amigas de Mimi, foram chegando para apreciar a cena e dar opiniões.
- Deve ser comida de passarinho. – opinou uma.
- Se for comida de passarinho nós, as minhocas, precisaremos ficar bem escondidinhas. Lembrem-se que passarinho adora comer minhoca e, com tanta comida espalhada por aí, vai chover passarinho. – disse uma minhoca vermelha preocupada.
- Ora, não sejam bobas! Vamos esperar para ver o que acontece. – disse Mimi, afastando-se um pouco para não ser pisada pelo homem.
Chegou o domingo de páscoa. A casa ficou repleta de crianças. As minhocas, saindo de seus buraquinhos na terra, ficaram em pontos estratégicos para ver o que  aconteceria. Lá pelas três horas da tarde, o jardim foi invadido pela criançada. As minhocas voltaram rapidamente para seus buracos fugindo da profusão de pés. E começou a procura frenética pelos ovos de chocolate. A disputa era tão intensa que alguns ovos terminaram esmagados e espalhados pelo chão. Finalmente o último ovo foi encontrado por um menino sardentinho. E se fez silêncio no jardim. Todos foram para dentro da casa para saborear os ovos tão esperados. As minhocas, chefiadas por Mimi, saíram dos seus buracos. A grama do jardim estava toda amassada. Pedaços de chocolate, largados pelo chão, chamaram a atenção das minhocas. Foi então que Mimi sugeriu:
- Meninas, vamos experimentar um pedacinho desta coisa?
- Será que tem gosto de terra? – perguntou a minhoca vermelha.
Dando uma leve mordida Mimi exclamou:
- Nossa! Como é ruim! A terra é bem mais saborosa...
E todas as minhocas concordaram com Mimi: aquela comida, quase da cor da terra, não servia para elas.
Pois é, crianças! Mimi Nhoca e suas amigas voltaram para os seus buraquinhos onde festejaram a páscoa comendo muita terra.
Feliz Páscoa para todos!

22/04/11
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 22/04/2011


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras