Hilda Alão

Escrever é uma forma de amar.

Textos

BOLINHAS DE SABÃO
Quando criança, em Araraquara,
Corria descalça pelo terreiro
Com um canudinho de taquara
Soprando bolinhas de sabão.

Depois a reunião de amigas,
O lanche das três da tarde,
As brincadeiras e as cantigas
Soprando bolinhas de sabão.

Ríamos todas em algazarra
Felizes com aquela distração,
Naquele tempo em Araraquara
Soprando bolinhas de sabão.

21/04/2011
(Maria Hilda de J. Alão)
(https.//hildaalao.blogspot.com)
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 21/04/2011
Alterado em 13/02/2022


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras