Hilda Alão

Escrever é uma forma de amar.

Áudios


ALGUM DIA EU TE DIREI.

Algum dia eu te direi
Que os teus olhos imitam
Dos planetas os movimentos
E imagens eróticas suscitam
Nos mais castos pensamentos.
Algum dia eu te direi
Que a luz dos teus olhos ilumina
Minha vida, outrora apática,
Que a tua voz é coral em surdina
Quando usas a mesma tática
Do Cyrano de Bergerac
Versificando o prazer que se anuncia
Como um milagre esperado
Do toque da tua mão macia;
Que faz badalar o sino
Da minha catedral interna
Onde em prece eterna
Vive o meu coração.
Algum dia eu te direi,
Desnudando minh’alma do escudo
Que me protege das dores do mundo,
Que o teu amor é a razão
Do sorriso que tenho no rosto,
Do perfume de flores de agosto
Que exala dos meus poros
Quando nos teus braços estou.
Algum dia eu te direi...
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 31/08/2006




Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras